Fórum em Português

!!!!!NOVO!!!!! Fórum em Português onde você pode estudar a Bíblia, colocar questões e debater temas Bíblicos. http://www.bibliaaberta.comeze.com/phpBB3/
Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

CÉU, INFERNO OU OUTRO LUGAR? - Parte 1

 

Existem muitas ideias acerca do nosso possível destino depois da morte, alguns deles são reconfortantes outros são perturbadores. Neste artigo Mark Sawyer analisa algumas dessas crenças, examina-as à luz da Bíblia e explica o que precisamos fazer para acabarmos onde realmente queremos estar.
 
Para onde estamos indo?
 
Para muita gente que se chamam a si mesmos Cristãos, o Céu é pensado ser o lugar de recompensa imediatamente depois da morte. É considerado como o lugar onde as almas imortais das pessoas "boas" acabam ficando. Reconhecidamente, existe muita flexibilidade acerca de quem se qualifica como suficientemente "bom" para ir para lá e hoje em dia, numa sociedade tolerante, as pessoas inclinam-se para a ideia que a maioria das pessoas serão salvas, embora exista muito mais incerteza sobre o que irá acontecer aos maus, especialmente se é pensado que eles viverão para sempre.
 
Em outras religiões, os conceitos de céu variam muito. Os Budistas, por exemplo, descrevem-no como Nirvana, o estado de existência no qual os desejos foram extintos. Os Hindus que adoram Vishnu acreditam que eles irã para o céu e viver na glória de luz eterna de Vishnu. Os Muçulmanos acreditam que o céu é o lugar do Paraíso para o qual vão os fiéis Muçulmanos, tendo de passagem passado por, ou através do inferno.

Os Islão vê o paraíso como um jardim prazeroso no céu no qual as almas imortais dos abençoados vivenciam a felicidade extrema do sensual e espiritual, depois da ressurreição e julgamento no fim do mundo. "Mártires" vão diretos para um lugar de felicidade absoluta e depois passam facilmente para o paraíso real no Dia do Julgamento. Estes pontos de vista fazem com que o martírio seja uma opção mais tolerável do que poderia de outra maneira ser o caso.
 
E acerca do Inferno?

Alguns Cristãos, embora certamente muito menos que em gerações anteriores, acreditam que o Inferno é um lugar de tormento pelo fogo e maldição para as almas dos maus. É considerado ser um lugar que é governado pelo Diabo sobrenatural, ajudado pelos seus anjos caídos, que agora se tornaram em demónios. Existem algumas ideias bem vívidas em certos lugares acerca de como será a vida no Inferno.

Os Muçulmanos descrevem o inferno como uma cratera enorme em fogo debaixo de uma ponte estreita e crêem que todas as almas têm que passar essa ponte para chegar ao paraíso. Aqueles que são malditos caem da ponte para sofrer o tormento ardente.

Os que seguem o ensino do profeta Persa do século VI a. C. Zoroastro acreditam que no quarto dia depois da morte as suas almas vão para a Ponte do Recompensador, onde os seus feitos são pesados. Se o bem é mais pesado que o mal, a ponte se alarga e as almas vão para o céu. Se o mal é mais pesado que o bem, a ponte se estreita e as almas caem no inferno e sofrem um tormento gelado até à ressurreição. Se o peso do bem e do mal é igual, as almas são mantidas num lugar onde tanto sofrem calor e frio.

O Judaísmo, antes da influência Persa e Grega, considerava o Inferno ou Sheol como a sepultura - era pensado como um lugar coberto para onde os mortos inconscientes tinham ido. Depois de serem influenciados pelo pensamento dos Persas e Gregos, os Judeus começaram a ver a Geena como a região infernal para castigo dos ímpios.

Purgatório ou Limbo?

Uma das maiores igrejas tem uma doutrina do Purgatório, sendo esta a condição da alma de uma pessoa que morreu num estado de graça mas que não se tinha purificado antes de entrar no céu. A mesma igreja também tem a doutrina do Limbo, sendo esta a fronteira entre o céu e o inferno para as almas que não são condenadas ao Inferno mas no entanto não estão qualificadas para o Céu. Desde meados do século XVI diferenças de opinião permaneceram acerca do Limbo e esta doutrina permanece problemática. Nem o Purgatório nem o Limbo são mencionados na Bíblia e, suficientemente interessante é o caso que este ensino não Bíblico está agora fora de moda até entre aqueles que anteriormente o ensinavam.

As religiões Asiáticas como o Hinduísmo, Jainismo, Budismo e Siquismo acreditam na reencarnação e na doutrina do carma - a lei de causa e efeito. Aquilo que se faz nesta vida determina a natureza da próxima. Transmigração das almas é infinita até que se alcance a salvação. Os Sikhs acreditam num julgamento final quando as almas, reencarnadas um certo número de vezes, serão absorvidas em Deus.

Cristianismo do Primeiro Século

Em contradição a todas as ideias mencionadas até agora, os Cristãos primitivos fervorosamente esperavam que a terra fosse a localização do vindouro Reino de Deus, centrado em Jerusalém, depois do regresso à terra de Cristo, ressurreição e julgamento. Eles acreditavam que a terra seria o lugar de recompensa para todas as pessoas fiéis, e consideravam-na destinada a encher-se da glória de Deus. Para eles, as palavras de Jesus, pareciam oferecer claramente uma promessa que lhes dava uma esperança real, tanto para eles como para a terra:

"Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra" (Mateus 5:5).

O céu era entendido como sendo o lugar da habitação de Deus, onde a vontade de Deus (e somente a Sua vontade) é feita. E acreditavam que Jesus tinha ido para o céu, onde ele agora está sentado à direita de Deus, até o tempo do seu retorno para reinar como Rei sobre a terra. Assim, o apóstolo Paulo pode explicar o futuro nos seguintes termos:

"Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais, que não têm esperança. Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem.   Ora, ainda vos declaramos, por palavra do Senhor, isto: nós, os vivos, os que ficarmos até à vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que dormem. Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro" (1 Tessalonicenses 4:13 -16).

Sumário

Alguma destas crenças está de acordo como ensino da Bíblia? Vejamos se conseguimos retirar uma conclusão geral acerca destas ideias. É bastante óbvio. A fundação essencial para todas elas, menos a última, atríbuida na Enciclopédia Britânica aos primeiros Cristãos, é o conceito da imortalidade da alma e a crença que os seres humanos continuam a ter uma existência consciente depois da morte. Sem essa fagulha interior de imortalidade, estas crenças não têm qualquer substância!

Mas notamos algo acerca dessa passagem Bíblica? O apóstolo escreve acerca dos mortos como se estivessem inconscientes - dormindo um sono. E não faz menção a algo que as pessoas às vezes acham difícil -  como é que as suas almas imortais e corpos resurretos se reúnem, se isso é o que acontece.

Tudo isto levanta uma questão que precisamos de examinar cuidadosamente: "Será Bíblia ensina que temos uma alma imortal?" Isso será algo que veremos na parte seguinte deste artigo.
(Continua)


Mark Sawyer
(Article: Heaven, Hell or Somewhere Else?, Glad Tidings 1471, pag. 5 - 7)
publicado por boasnovasreinodeus às 14:10
link do post | comentar | favorito
|

Fórum em Português

!!!!!NOVO!!!!! Fórum em Português onde você pode estudar a Bíblia, colocar questões e debater temas Bíblicos. http://www.bibliaaberta.comeze.com/phpBB3/

Contacto

Email para colocar questões ou pedir curso Bíblico grátis: curso_gratis@hotmail.com

pesquisar

 

Formspring

posts recentes

A HERANÇA DOS SANTOS É CE...

O Caminho da Vida - O que...

AS TRANSFUSÕES DE SANGUE ...

AS TRANSFUSÕES DE SANGUE ...

O Sábado na Dispensação C...

Guardar o Sábado

Lúcifer - A verdade sobre...

POSSESSÃO DEMONÍACA

O Caminho da Vida - 1 - A...

O Diabo e Satanás

"... que sinal haverá da ...

"Vós sois as minhas teste...

Êxodo

Génesis

Céu e Inferno

Refutação - Sábado - Adve...

O Verdadeiro Sábado

Os Cristadelfianos - Em q...

Os Cristadelfianos - Em q...

Os Cristadelfianos - Em q...

arquivos

Maio 2013

Novembro 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

GeoCount


contador gratis

links

subscrever feeds